Vinhos de mesa com mais qualidade

Os vinhos de mesa madeirenses têm qualidade “e essa qualidade tem vindo a subir”. A garantia é do escanção Américo Pereira, responsável pela organização do 3º Concurso Regional de Vinhos Engarrafados da RAM, cuja avaliação de degustação dos 25 vinhos concorrentes à edição deste ano teve ontem lugar, no Centro de Ciência Viva, no Porto Moniz. A 25 de Maio serão então anunciados/premiados os vinhos/produtores vencedores, sendo que nesse fim-de-semana decorrerá uma mostra de vinhos a concurso, na qual será possível os visitantes fazerem a sua própria degustação e participarem em provas comentadas de vinhos, com a participação de enólogos e produtores.

Ontem, teve lugar a ‘prova cega’ pelos dez jurados responsáveis por avaliar as colheitas mais recentes dos vinhos engarrafados da região: brancos (6), rosés (3), tintos (12), e Madeira generosos com 10 anos da casta boal (4). Apenas dois produtores regionais não participam neste concurso promovido pela Câmara do Porto Moniz.

Américo Pereira destaca a importância destas ‘provas’ como forma de dar a conhecer a qualidade também do vinho de mesa produzido na Madeira. “Muitos profissionais não acreditam no vinho de mesa da Madeira, mas depois de provarem ficam com uma ideia diferente”. Considerou-o mesmo muito superior “a qualquer vinho alemão ou suíço”, admitindo que “o problema” a é falta de habituação à sua “tipicidade”.

No painel de provadores, além de Rubina Vieira, Técnica Superiora da Câmara de Provadores do IVBAM, destaque para o Chefe Executivo Octávio Freitas do Four Views, Sérgio Marques, Escanção no Gallo d Oro no The Cliff Bay Hotel, e o italiano Ciriaco Campus, director de vendas do Reids Hotel.

Fonte: dnoticias.pt